Notícias

DPU faz reunião com Comissão de Terreiros e Povos Tradicionais em Volta Redonda (RJ)

Volta Redonda – Os coordenadores do projeto ‘A DPU Vai Aonde o Povo Pobre Está’ receberam os representantes da Comissão de Terreiros e Povos Tradicionais de Volta Redonda-Mojubá para discutir o acolhimento dessas comunidades no fórum permanente do projeto, além de avaliar as medidas necessárias para a proteção do direito constitucional de culto, face aos impedimentos normativos encontrados nas legislações municipais, e obtenção de suas legalizações jurídicas como associações religiosas.

O encontro foi realizado na sede da Defensoria Pública da União (DPU) em Volta Redonda (RJ) com os defensores públicos federais Claudio Santos e José Roberto Tambasco, a secretária Rosemeire Baptista e os sacerdotes Jeferson de Medeiros Botelho, André Luis Rocha Silva e Sid Soares.

“Nosso projeto, que na verdade é uma construção sociojurídica das comunidades vulneráveis da região Sul-Fluminense, acolhe com muito orgulho os povos de religião de matriz africana e se coloca ao lado deles na luta contra todas as formas de intolerância religiosa”, afirmou Tambasco.

O grupo deu início às discussões entre os membros da Associação Mojubá para a apresentação de uma proposta de norma legislativa que isente os templos da necessidade de apresentar alvará de funcionamento para ter direito de liberdade de culto.


Assessoria de Comunicação Social

Defensoria Pública da União