DPU participará de episódio de websérie para entender tráfico de pessoas

Brasília – Na próxima quinta-feira (9), das 19h às 20h, a Defensoria Pública da União (DPU), representada pela defensora pública federal Fabiana Galera Severo, vai participar do sétimo episódio da Websérie 20 Questões para Entender o Tráfico de Pessoas no Brasil, intitulado “Mulas” do narcotráfico – como identificar vítimas do tráfico humano entre pessoas acusadas de tráfico de drogas?. Também integram o painel a Irmã Michael Mary Nolan, advogada e presidente do Instituto Terra, Trabalho e Cidadania (ITTC), Nívio Nascimento, do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), com mediação de Graziella Rocha, pesquisadora e coordenadora do Projeto Liberdade no Ar/MPT pela Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude (Asbrad).

A iniciativa acontece no mês do enfrentamento ao tráfico de pessoas, e é produzida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a Asbrad, no âmbito do Projeto Liberdade no Ar. A websérie, que estreou nessa quarta-feira (1º), é composta de 20 encontros online realizados ao longo do mês de julho para promoção de diálogos sobre temas atuais, que refletem o combate ao tráfico de pessoas no Brasil. De acordo com os organizadores, a atividade levará informações para parcelas da sociedade que pouco, ou nada, ouviram falar sobre esse tipo de violação dos direitos humanos.

Além da websérie, a campanha virtual contra o tráfico humano lançada pelo Ministério Público do Trabalho e parceiros, nessa quarta-feira (1º), engloba ações nas redes sociais, spots e boletins de rádio. A iniciativa conta com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) – Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Organização Internacional para as Migrações (OIM). A atividade marca o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas – 30 de julho.

Os debates da Websérie 20 Questões para Entender o Tráfico de Pessoas no Brasil ocorrerão entre os dias 1º e 30 de julho, no Youtube da Asbrad, às 19h, e serão retransmitidas no canal do MPT na mesma rede (TVMPT), às 21h. As inscrições podem ser realizadas no site www.asbrad.org.br/liberdadenoar. Serão conferidos certificados aos que acompanharem ao vivo.

A websérie contará com representantes do Ministério Público Federal (MPF), Defensoria Pública da União (DPU), Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Justiça e Segurança Pública, Conectas Direitos Humanos, Greenpeace, GPTEC (Grupo de Pesquisa Trabalho Escravo Contemporâneo), Aprosmig, Instituto Terra, Trabalho e Cidadania (ITTC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Childhood, Movimento Humanos Direitos (MHud), Resama, The Exodus Road, Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), Mundo Plural, Comissão Justiça e Paz (CJP), Astral-Go, Nova Acrópole, Missão Paz e Cemir.

Liberdade no Ar – Entre os projetos do MPT para o combate ao tráfico de pessoas, o projeto Liberdade no Ar é voltado para a capacitação de aeronautas, aeroviários e trabalhadores de aeroportos, para disseminar conhecimento acerca do tráfico de pessoas e do trabalho escravo.

Confira a agenda completa da Websérie 20 Questões para Entender o Tráfico de Pessoas no Brasil:
01 de julho – Histórias de Lutas
02 de julho – Crise, reforma trabalhista e pandemia
03 de julho – Trabalho doméstico
06 de julho – Racismo estrutural
07 de julho – Violência baseada em gênero
08 de julho – Exploração Sexual de Crianças Adolescentes
09 de julho – “Mulas” do narcotráfico
13 de julho – Tráfico de pessoas no Futebol
14 de julho – Questões relacionadas ao Meio Ambiente
15 de julho – Crime Cibernético
16 de julho – Adoção Ilegal
20 de julho – Pesquisa e geração de informações
21 de julho – Direitos laborais de profissionais do sexo
22 de julho – Tendências Globais: xenofobia e criminalização da migração
23 de julho – A Fé como mecanismo de controle e exploração
24 de julho – Emergência Humanitária
27 de julho – Rede Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas
28 de julho – Incidência Política: além das redes sociais
29 de julho – Análise Comportamental-treinamento do olhar para prevenção ao crime
30 de julho – Superação dos Limites Internos para profissionais que atuam no enfrentamento ao tráfico de pessoas

Às 19horas (ao vivo) no Youtube/asbrad.
Inscrições: www.asbrad.org.br/liberdadenoar

Saiba mais

Assessora de Comunicação Social
Defensora Pública da União