Notícias

Seminário discute o fortalecimento da rede de apoio a migrações em Alagoas

Maceió – “O diálogo interinstitucional e a troca de experiências exitosas constituem instrumentos relevantes para construção da rede de apoio e tutela de direitos dos migrantes vulneráveis em Alagoas”. A afirmação do defensor regional de Direitos Humanos em Alagoas (DRDH/AL), Diego Bruno Martins Alves, mostra a importância do seminário ‘O Cenário das Migrações do Estado de Alagoas’, que acontece na próxima terça-feira (22).

O encontro tem como objetivo fortalecer a rede de apoio que atua com migrantes e refugiados em Alagoas, realizando o intercâmbio de experiências e informações das boas práticas que estão ocorrendo no território, além de conhecimento sobre os direitos dos migrantes. O evento parte do princípio de que o direito socioassistencial de pessoas em situação migratória é o reconhecimento de que migrantes têm proteções asseguradas na legislação nacional e internacional.

A iniciativa é realizada pela Cáritas Brasileira Nordeste 2 (CBNE), em parceria com a Cáritas Arquidiocesana de Maceió, Procuradoria Regional do Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas e Defensoria Pública da União (DPU). O evento terá o apoio da lnter American Foundation (IAF).

Para a assessora regional de Migração e Refúgio da CBNE2, Luciana Florêncio, as situações de migrações e refúgio estão entre os temas que mobilizam diversas iniciativas na Cáritas Brasileira Regional Nordeste 2 e nas Cáritas Diocesanas e Arquidiocesana em Alagoas. “Como organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil estamos conectadas as solicitações do Papa Francisco sobre os nossos irmãos migrantes e refugiados. Para além de acolher e proteger, também devemos promover iniciativas para o protagonismo dos nossos irmãos favorecendo sua integração local e garantindo Direitos. E o seminário em Alagoas juntos aos parceiros envolvidos será este momento de fortalecer as ações no Estado”, declarou.

Para a procuradora da República Niedja Kaspary, levantar discussões para o acolhimento de migrantes e refugiados em Alagoas é imprescindível visto que a situação socioeconômica dessa população não costuma ser fácil, pois encontram o preconceito e diversos tipos de barreiras, sejam sociais, culturais, linguísticas. “Muitos se encontram em grave situação de vulnerabilidade, agravada pela pandemia. É necessário conscientizar e sensibilizar a população do nosso Estado, destacando o valor da inclusão e da desconstrução do sentimento xenofóbico em relação a essas pessoas”, conclui.

Seguindo orientações e protocolos de segurança, higiene e distanciamento em combate a Covid-19, os convidados que estarão nas dependências do auditório do MPF durante o seminário devem apresentar cartão de vacinação e fazer uso obrigatório de máscara.

Serviço
Seminário: O Cenário das Migrações do Estados de Alagoas
Local: Auditório do Ministério Público Federal.
Av. Juca Sampaio, 1800, Barro Duro, Maceió/AL.
Quando: 22 de março de 2022
Horário: 9h às 16h
Transmissão: Canal do Youtube da Cáritas Brasileira Regional Nordeste2

* Com informações da Cáritas

Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União