Notícias

Comunidades integrantes do movimento Xingu Vivo recebem visita da DPU

Crédito: Amazon Watch
Crédito: Amazon Watch

Brasília – Integrantes do Comitê Temático Especializado (CTE) Altamira, da Defensoria Pública da União (DPU), participaram, na sexta-feira (11), de um encontro com representantes da ONG Xingu Vivo Para Sempre. A ação encerrou a primeira visita técnica de 2022 às populações vulneráveis do município paraense e demais cidades integrantes da região do Xingu.

Durante a conversa com membros e representantes do movimento, a equipe da DPU apresentou as ações em que a instituição está atuando e que visam defender as demandas das comunidades tradicionais em relação aos impactos sofridos, tanto pela construção da Usina Hidroelétrica (UHE) de Belo Monte, quanto pelo projeto Volta Grande de Mineração, de interesse da mineradora canadense Belo Sun.

Em relação à Belo Monte, a Defensoria ressaltou aos moradores provocará a empresa acerca da resolução das demandas apontadas pelos moradores como, por exemplo, a adoção de medidas para reconhecimento das áreas atingidas e que não estão no plano básico da usina.

Moradores da região têm sofrido com problemas decorrentes da instalação da UHE Belo Monte, principalmente relacionados à falta de peixes na região. Os represamentos de água causados pela UHE acabam mudando o fluxo do rio, afetando, assim, a fauna local e consequentemente a subsistência das populações que vivem no entorno do Xingu.

“Belo Monte é um crime contra a humanidade. Para nós, não é fato consumado e continuam os problemas todos os dias. Continuamos na resistência, que se reforça agora muito mais com as ameaças da mineradora canadense Belo Sun. Nossa luta é em defesa da Amazônia e dos povos”, desabafou Antônia Melo da Silva, coordenadora do movimento Xingu Vivo Para Sempre.

Após visita da equipe à Vila da Ressaca na quinta-feira (10), as reuniões da sexta deram sequência às pautas relacionadas à construção do empreendimento de mineração da mineradora Belo Sun que, se efetivado, instalará a maior mina de ouro a céu aberto do país. “A Defensoria está estudando as medidas mais eficazes para atuar frente às demandas trazidas em relação ao projeto”, ressaltou o defensor público federal Francisco Nóbrega.

Xingu Vivo

A ONG Xingu Vivo oferece apoio às comunidades tradicionais que moram nas margens do Xingu, com o intuito de conscientizar e diminuir os impactos sofridos por essas populações com as criações de grandes empreendimentos na região, com a UHE Belo Monte e o projeto da mineradora canadense Belo Sun.

Missão Altamira 2022

Desde a última terça-feira (8), defensores e defensoras federais participaram de encontros com representantes de movimentos sociais, comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas locais para dar continuidade ao atendimento de grupos vulneráveis afetados pelas consequências da instalação da Usina Hidrelétrica (UHE) de Belo Monte.

Criado em janeiro de 2021, o CTE Altamira tem como objetivo atuar no contexto dos desdobramentos da instalação da UHE de Belo Monte. A atuação do CTE ocorre por meio do planejamento e da adoção de ações estratégicas em favor de comunidades vulneráveis atingidas pelo empreendimento.

Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União